Por uma Vida Inteira

05 Apr, 2017

O medo, a dor, o preconceito. Por fim, a vitória sobre um câncer de mama.

É essa a experiência que a jornalista Sylvia Leal conta em seu primeiro livro. POR UMA VIDA INTEIRA é uma obra de importância fundamental na vida de mulheres de todas as idades. E também no cotidiano daqueles que as amam.

Com informações claras e precisas – e muita sensibilidade para tratar do assunto – Sylvia aborda, nesta obra, o câncer de mama de forma positiva e objetiva. Visto como qualquer outra doença, com grande possibilidade de cura, desde que diagnosticada a tempo.

Partindo do princípio de que contra o medo e o sofrimento inútil, a principal arma é a informação, o livro conta com entrevistas das principais autoridades médicas no assunto. E traz, ainda, depoimentos de mulheres que venceram a doença e continuam levando suas vidas de forma absolutamente normal.

Sylvia aborda desde a prevenção da doença, com os exames cada vez mais modernos, até a reconstrução do seio, quando necessária. Os melhores tratamentos também não foram esquecidos.

Mas POR UMA VIDA INTEIRA não trata só das questões médicas. O livro engloba os aspectos psicológicos – tão importantes e decisivos no processo de descoberta, acompanhamento e cura da doença. O câncer de mama, ainda um grande tabu, é abordado com muita sensibilidade, através de informações precisas. Sylvia Leal transmite uma lição objetiva de como lidar com esse problema tão delicado.

Sylvia Leal trabalhou na Revista Desfile e no Jornal do Brasil (Revista de Domingo e Caderno B) como redatora. Há 15 anos, é editora da revista Pais e Filhos. Atualmente, é consultora editorial do site Planeta vida (planetavida.com.br) especializado em assuntos de saúde e foi indicada no Who is who of professionals”, diretório de 1999.

” É com orgulho que a revista Desfile publica uma reportagem sobre o livro POR UMA VIDA INTEIRA (Editora Record) escrito pela jornalista Sylvia Leal, há 17 anos editora da revista Pais & Filhos. Casada, mãe de três filhos e, antes de tudo, uma idealista, ela venceu o câncer de mama com fé e amor a si e aos outos.”


Compartilhe: