Como encaminhar seu paciente - Orientações para Profissionais de Saúde

05 Apr, 2017

Para o encaminhamento adequado do paciente aos Centros de Alta Complexidade em Oncologia (CACON), além da descrição detalhada da história da doença que justifica a suspeita de neoplasia, deverão ser anexados os exames que corroboram tal suspeita clínica (imagem, histopatológico, endoscopia, etc.).

Documentos Imprescindíveis

Guarde em um só local, todos os documentos relativos ao seu tratamento:

  • Exames;
  • Laudos;
  • Autorizações;
  • Radiografias;
  • Tomografias.

Não importa se os exames sejam antigos. Mantenha-os com você, pois caso haja a necessidade de requerer seus direitos junto ao plano de saúde, por exemplo, qualquer dado pode ser necessário.

Além desses documentos, guarde também documentos pessoais, como:

  • Certidão de nascimento (do paciente e de seus dependentes);
  • Certidão de casamento ou divórcio;
  • Carteira de trabalho e previdência social;
  • Carnês de contribuições previdenciárias;
  • Contratos de planos de saúde, de seguro e de financiamento da casa própria;
  • Cartão do PIS/PASEP;
  • Extratos do FGTS;
  • Declarações do Imposto de Renda;
  • Contracheques;
  • Carta de concessão de aposentadoria;
  • Receitas médicas e notas de compra de medicamentos;
  • Qualquer outro documento que possa comprovar a existência de direitos;
  • Laudo Histopatológico;
  • Carteira de Identidade;
  • CPF;
  • Cópia do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV;
  • Cópia de Registro de Veículo;
  • Cópia da Carteira Nacional de Habilitação.

Importante: Não se esqueça que a validade do atestado médico é de apenas 30 dias!

(Fonte ABRALE.org.br)


Compartilhe: